“Estado de calamidade pública abrirá espaço para o governo aplicar mais recursos para a saúde”, afirma deputado Gil Cutrim22

  • 19 de março de 2020
  • 0


A Câmara dos Deputados aprovou, na noite desta quarta-feira (18), o pedido de estado de calamidade pública no país. Agora, o projeto vai serencaminhado para votação no Senado Federal e precisará de, no mínimo, 41 votos para ser aprovado.

O deputado federal Gil Cutrim está otimista com a aprovação do projeto, que é inédito em nível nacional, nas duas Casas, pois abrirá espaço para o governo aplicar mais recursos para a saúde.

Estamos confiantes que a gente vai conseguir esta aprovação no Senado, para termos mais recursos para combater esta pandemia. E tenho certeza, que assim que esta fase passar poderemos voltar a discutir as reformas administrativa, tributária e a manutenção do teto dos gastos novamente.”

Uma das medidas importantes, solicitadas no decreto, é que o governo fique dispensado de atingir a meta fiscal. Vale destacar que o orçamento deste ano, sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro,prevê um déficit primário de R$ 124,1 bilhões como meta fiscal para o Governo Central.

No caso, com o estado de calamidade, o governo federal poderá suspender os prazos para ajustar asdespesas de pessoal e dos limites do endividamento; para o cumprimento das metas fiscais; e para adoção dos limites de empenho (contingenciamento) das despesas até 31 de dezembro de 2020.

Segundo o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, a ampliação dos gastos públicos e a maior presença do estado na economia são cruciais no combate à pandemia de coronavírus.

222

Deputado alerta quem deve ou não ir até o Centro de Testagem para coronavírus22

  • 18 de março de 2020
  • 0

[caption id="attachment_674" align="alignleft" width="1024"] Foto: Divulgação/ Governo do Maranhão [/caption]

O Centro de Testagem para o coronavírus, instalado na Policlínica Diamante, em São Luís (MA), já está funcionando. Porém, não são todos os pacientes que chegam no local e conseguem fazer o exame.

O deputado federal Gil Cutrim parabenizou o governo do estado por ter tido esta iniciativa de criar um centro de testagem na capital e alerta a população que, antes de ir ao centro, é preciso saber como ele funciona.

Esta é uma excelente iniciativa do governo maranhense! Mas, é preciso que as pessoas saibam quem deve ou não ir ao centro. Deve ir quem, nos últimos 14 dias, retornou de viagem de área com coronavírus confirmado e tem sintomas de resfriado, coriza, tosse com ou sem febre. Lembrando que é preciso apresentar o comprovante de viagem. Também deve procurar o centro quem, nos últimos 14 dias, teve contato com uma pessoa confirmada ou com uma suspeita de coronavírus e apresenta os sintomas. É extremamente importante que a população siga estas instruções.”

Já aquelas pessoas que não viajaram para lugares com coronavírus confirmado nos últimos 14 dias e nem tiveram contato com uma pessoa suspeita ou confirmada para a doença, não devem se dirigir ao Centro de Testagem.

No caso, quem estiver com falta de ar e febre acima de 37,8 graus tem que procurar uma UPA ou um hospital de urgência imediatamente.

Para que você entenda melhor como funciona o Centro de Testagem: assim que a pessoa chega nolocal, ela entra por um setor isolado, faz os exames e vai embora para casa, sem ter nenhum contato com nenhum outro paciente da rede pública de saúde. Tudo isto em apenas 10 minutos!!!

O teste é bem simples: um enfermeiro colhe amostras de secreções da narina e da saliva da pessoa, e, depois, esta coleta é encaminhada para o Laboratório Central do Maranhão (Lacen-MA), que realizará o mapeamento viral e, caso necessário, enviará a amostra para o Instituto Evandro Chagas, no Pará.

Então, se você estiver com febre, em geral, acima de 38 graus, tosse, falta de ar, dores musculares e tiver retornado de viagem que fica em uma área que tenha tido casos de coronavírus confirmado n os últimos 14 dias ou se você teve contato com uma pessoa confirmada ou com uma suspeita de coronavírus e apresenta os sintomas, procure o Centro de Testagem, que fica aberto de segunda a sexta-feira, das 8 horas às 18 horas.

Para mais informações, ligue para (98) 3133-6406. E caso tenha dúvidas sobre o coronavírus, ligue para o telefone 136, do Ministério da Saúde.

222